Telefone Residencial

tudobandida@hotmail.com

Um espaço para contos, conversas, diálogos, discursões, quebrar o pau, lavar roupa suja, ter a temível DR.

Direitos Autorais: © Todos os direitos são reservados. Os direitos autorais são protegidos pela Lei nº 9.610 de 19/2/98. Violá-los é crime estabelecido pelo Artigo 184 do Código Penal Brasileiro. Se você quiser copiar, não esqueça de divulgar a autoria.


Archives


14:07
 

Preto ou vermelho?


Certo.. vamos abrir este espaço com uma conversa franca. Quem entende as mulheres? Decerto elas não vem com manual meus amigos. Não. Okey. Vamos aos fatos. Sexta-feira, vou pra casa dela. Nota-se bem a tentativa de consumar o casamento. Minha escova de dentes já está lá, alguns pares de meias, mais algumas cuecas, calça jeans, roupas de casa, de sair.. e as coisas vão sem que você nem mesmo perceba que está de mudança. “ah.. deixa aí.,. amanhã você pega” “olha amor, traz umas roupinhas que você já se arruma aqui em casa, a gente não perde tempo” quando você menos espera. Tem guarda-roupa montado lá, e a sua camisa do jogo de futebol, não está mais no seu quarto,jogada no encosto da cadeira, na sua santa casa, mas lavada com Confort, passada, dobrada e guardada na gaveta, da casa dela. (Quando cuidamos reclama! Ele acha que pode ficar o dia todo com uma calça e ir embora no outro dia com a mesma calça! Se deixar a roupa anda sozinha. ) Enfim. Sexta. Dia de sair com amigos, barzinho. Snooker!! A turma marcou de se encontrar no bar as 22:30h. Logo, você está arrumado as 21:00, de banho tomado, barba feita, cheirosinho e bonitinho, sentado na sala vendo TV enquanto espera ela se arrumar. Aí. Começa o inferno. Ela vem de calcinha e soutien.. – essa é a parte boa da coisa..(a parte boa que ele nem nota)– dois vestidos na mão. Um preto.. um vermelho.. para na sua frente, na frente da TV bem quando estão reprisando os melhores gols da rodada que você não viu porque estava trabalhando o dia inteiro, e começa a via crucis. (Via crucis! Antigamente era só colocar a lingerie para ele querer tirar.)
- Amor.. o vermelho ou o preto? (E quem disse que a pergunta era essa. Foi falado isso, mas o que meu corpo estava dizendo era : - Amor, olha pra mim! Eu to gatosa de lingerie?)
Olha tem coisas que não se pergunta a um homem no meio do futebol. (Não mesmo, da próxima eu arranco a tomada da tv!)
- Hã? FILHO DA PUTA!!!! bandeirinha desgraçado – Filho da mãe! Marcou impedimento!Vai impedir a senhora sua mãe seu miserável! (Será que fui eu quem o ensinou a falar tantos palavrões? Ele não era assim quando nos conhecemos.)
- Gabriel. Eu estou falando com você! Pode me dar atenção? (O que ele deveria ter entendido: - Gabriel! Estou me insinuando para você! Pode vir aqui e me agarrar!)
- Hã? Posso amor, posso.. – e não.. ela não sai da frente da televisão. (Coloquei-me na frente da tv , que era para não ter concorrência desleal.)
- Porque tem que xingar tanto quando vê o jogo? – sim, ela manda no meu vocabulário estudado há aaaaanooooos para ter este efeito bravio contra bandeirinhas ladrões.- Vermelho ou preto? (Aqui eu já havia desistido dele me notar. Então tentei focar no vestido, quem sabe ele me imaginava dentro de um deles!)
- Porque é instinto.. – e eu ainda estou ali me esticando pra tentar ver se a bola entra ou não no gol. Ela fica ali com aquela cara de ahn!? Esperando resposta. Que vem lacônica e imediata. (Homens! Tem o dom de fazer de conta que não nos ouve. Não ouvem ou é uma fuga? Dói tanto dizer uma cor? Preto ou vermelho, tão simples!)
- Vermelho. More.. chega pra lá só um pouquinho? (Isso foi o que ele disse, mas a verdade que eu ouvi foi: - Sai da frente! Qualquer cor, não faz diferença. Que facada! Vermelho e chega pra lá. Ele sabe! Eu sempre digo que vermelho me deixa imensa! Tenho certeza que escolheu essa cor para eu me sentir mal porque estava atrapalhando o joguinho... Agora que eu não ia sair da frente. Fiquei com auto estima lá nos pés. Eu sofro pelas gordurinhas! Mas de pirraça ele ia ter que sofrer também!)
- Mas porque o vermelho? O vermelho me deixa gorda. (Teria que explicar a escolha do vermelho! Jogar na minha cara de vez que eu estava acima do peso! Mas que fizesse na cara dura e não por tabela como fizera!)
Eu vos pergunto meus amigos.. para que DIABOS então ela pede uma opinião?
- Mas você não é gorda amor. Você é linda – e não.. ela ainda não saiu da frente da televisão. (O cara lavada teve a coragem de tentar remediar ainda! Linda? Como sou linda se o jogo era mais importante do que eu de lingerie? Cara de pau! Claro que estou gorda! Os dois quilos saltando pelo desenho da renda e quase arrebentando as costuras e ele vem dizer que sou linda! )
- Eu estou sim!!!! Eu vou aumentar mais os pesos na academia. Eu tenho que perder dois quilos!!!! (Agora sim! Ele ia ver! Dobraria os pesos na ginástica!)
Eu vos pergunto.. de que? De cérebro? Porque eu tenho que admitir ela é gostosa.
- Amor.. você é linda.. é gostosa.. não precisa.. o preto então.. (E quando eu achei que já tinha sofrido o bastante ele manda a pérola... gostosa. Giseli Bundchen é linda, Sheila carvalho é gostosa. E quem tem mais gorduras? Quem é recheadinha de banha? Claro, claro... a gostosa! Então eu sou gostosa, ou seja... Gorda!)
- Você não me entende! Ta dizendo o preto só pra corrigir o vermelho, porque você gostou do vermelho e eu não posso usar porque tenho que emagrecer!!
Alguém entende? Você entende? Então tá.
- Amor.. eu escolhi vermelho porque você.. fica linda de vermelho! Fica linda de qualquer cor. – E o jogo? Foi pra conta do papa. (E ele insiste em mentir. E dizer que de qualquer cor eu fico bem! Será que estou tão obesa e flácida que tanto faz o que eu vista? Ou é a preguiça de pensar e ajudar a escolher a cor da minha roupa? )
- Não é não!! Escolheu porque fica olhando aquelas mulheres do catálogo da Duloren.. tá pensando que eu não vi?! “é pra minha namorada” e fica olhando porque elas são magras. Mas eu vou emagrecer!!! Porque não escolheu o preto?! (Então fui iluminada e lembrei. Na sexta-feira depois do jantar, quando ele estava com a latinha de cerveja na mão, esparramado no sofá, deixei propositalmente um catálogo da Duloren sobre a mesa. E eu vi quando o rato mordeu o queijo. Olhos no catálogo, nas modelos do catálogo! Não precisa mais explicação. Ia começar a dieta da sopa de água. Só líquidos! E ele que não pense que a comida dele vai ser diferenciada!)
As horas? Aahh já passam das 23:15h.. mas tudo bem.. os amigos podem esperar né?( E foi assim. Não importava mais as horas ou se iríamos sair, agora eu queria conversar e queria ouvir da boca dele o que eu já havia descoberto. A verdade fatídica de que eu não era mais interessante por causa daqueles dois quilos que não me pertenciam, mas estavam ali, enraizados em meu corpo. )
Minha larga experiência no assunto diz que isso vai se estender por horas. E como bom pacificador, eu levanto, puxo pela cintura, taco um beijo bem dado, aproveito pra conferir se a lingerie é duloren, e a gente se atrasa mais meia hora.. e sim.. ela vai de preto. (Ele veio querendo me comprar com um beijo, carícias... e dizem que sexo emagrece... então aproveitei para começar a bateria de exercícios! O vestido? Pretinho sim! )


Hoje os pratos sãos seus!

24 :...Ela disse!!! Ele disse!!!...: